CfP - 'Rupturas e continuidades: as memórias da luta de libertação de Angola'

Vasco Martins's picture

À comunidade H-Luso-Africa

O projeto CROME - Memórias Cruzadas, Políticas do Silêncio, anuncia que está aberto um call for papers organizado por Vasco Martins e Miguel Cardina, intitulado 'Rupturas e continuidades: as memórias da luta de libertação de Angola'. Pedem-se manifestações de interesse em contribuir e divulgação do anuncio junto de potenciais interessados/as. Mais informação no corpo do email. 

Melhores cumprimentos,

Vasco Martins

 

Call for Papers “Rupturas e continuidades: as memórias da luta de libertação de Angola”

Coordenadores: Vasco Martins e Miguel Cardina, CES-CROME

O estudo sobre a produção de memórias das lutas e guerras de libertação nos países africanos de língua oficial portuguesa é ainda tema largamente inexplorado, especialmente se comparado com contextos anglófonos ou francófonos. De natureza essencialmente política e refletindo muitos dos arranjos sociopolíticos ocorridos ao longo do tempo, estas memórias oficiais, sociais e individuais fogem a pretensas inflexibilidades narrativas, revelando características orgânicas e elásticas que se tornam frequentemente controversas. Mobilizadas em períodos, lugares e contextos distintos, por diferentes actores e grupos sociais com fins particulares, as memórias da luta de libertação de Angola são frequentemente invocadas em debates políticos em permanente evolução e mutação, conectando e contrastando histórias e legados, locais e pessoas. Coordenado pelo projecto CROME – Memórias Cruzadas, Políticas do Silêncio, este número especial convida à submissão de artigos que explorem de forma diacrónica as relações de poder na memória da luta de libertação de Angola.

Nesta edição dos Cadernos de Estudos Africanos pretendemos debater as invisibilidades e os silêncios, as mutações, rupturas e continuidades das memórias e legados da luta e guerra de libertação de Angola. Incentivamos a submissão de contribuições que analisem através do tempo e do espaço as narrativas, controvérsias e silêncios em referência às figuras, movimentos, sítios e acontecimentos, entre outros elementos, inserindo-os entre as concordâncias e controvérsias da história política contemporânea de Angola. As contribuições, em inglês ou em português, deverão ser enviadas para vascomartins@ces.uc.pt até ao dia 15 de Outubro de 2020.

As normas de publicação estão disponíveis em: https://journals.openedition.org/cea/240